enquete
QUAL O PROBLEMA EM SEU BAIRRO AMIGOS DE PALHOÇA ?
Educação infantil
falta de manutenção
falta de laser para comun
medico nos postos de saud
falta de policiamento
Ver Resultados

ONLINE
1





contato :48-84055281 

 

DBF INDÚSTRIA E COMERCIO DE FILTROS DE AGUA CENTRAL

Desde a sua fundação,em 1990,a DBF vem se especializando na fabricação e comercialização de equipamentos para tratamentos de água e filtragem de produtos para o processo de produção. Baseados em princípios, a DBF aprimora a cada dia o atendimento pré e pós Venda, a qualidade dos produtos, preço e pontualidade na entrega, garantindo assim a nossos clientes a resolução de seus problemas em menor tempo com o menor custo possível. Contando com profissionais altamente qualificados. Já são mais de 2000 mil clientes que conhece nossa forma de trabalho. Você que se preocupa com a saúde de sua família não pode deixar esta oportunidade passar

ÁGUA DE MELHOR QUALIDADE EM TODAS AS TORNEIRAS DE SUA RESIDÊNCIA - CONDOMÍNIOS - INDÚSTRIAS - RESTAURANTES - HOTÉIS

CONSULTE OS NOSSOS PREÇOS

Rua: Capri, 101 Pagani
Palhoça - SC - CEP: 88132-229

Tel: (048)32424361-99983853 - Fax: (48)99579512


.................................................. 

As mais pedidas, as mais ouvidas só na

Bombalanço FM - rádio on line

 WWW.bombalancofm.com.br

TODOS OS DIAS : APOIO OLHO VIVO PALHOÇA,  SEU JORNAL ONLINE 

Veja os  novos horários de ônibus em Palhoça

Ligue (48) 3279-3200

Avenida Elza Lucchi, 50, Jardim Eucaliptus - Palhoça/SC - CEP: 88130-600. 

 http://www.jotur.com.br/

....................................................

De Olho nos negócios

Vende-se um corsa Wind-2001

Cor vermelha valor a combinar

Fone (48)84055281

...............................................

Vande-se  um celta- 2002

Cor prata ótimo estado 12.500

vendido

...................................................

Empregos

Zeladores e porteiros

Para condomínios particular

 Experiência de cinco anos

Informação (48) 84055281

 

 

 



Jardinagem e natureza

Jardinagem e natureza

                                          


                 10 Dicas para cuidar de Orquídias

 

A sua orquídea pode manter-se vistosa e saudável com poucos produtos químicos, como revela a diretora de relações públicas da Aosp, Elza Kawagoe. É só lançar mão de alguns ingredientes caseiros, como a canela em pó e o sabão de coco, e ficar atento aos sinais que a planta dá. Abaixo, alguns ensinamentos:

1. Prefira os vasos de barro aos de plástico. Apesar de serem mais caros, os primeiros têm mais porosidade e drenam melhor a água. Se optar pelos plásticos, fique de olho nas regas para não encharcar demais a planta.

2. Se a base da orquídea estiver a menos de um dedo da boca do vaso, é preciso trocá-la de moradia. Procure deixá-la dois dedos de altura abaixo da boca do vaso.

3. Para acomodá-la no novo vaso, repare de qual lado surgem os novos brotos – esta é a frente da orquídea. A parte posterior deve ser encostada em um dos lados do vaso para firmar o desenvolvimento do exemplar.

4. Para a troca de vaso, acrescente chips de fibra de coco ou musgo à planta. Este último precisa ser lavado com água para tirar o excesso de areia.

5. Antes de cortar a orquídea, esterilize a tesoura (com um maçarico portátil ou no fogão). Deixe esfriar para depois usá-la. Importante: repita a operação antes de mexer com outra orquídea para evitar a transmissão de doenças.

6. Quando descartar uma folha, passe canela em pó no local do corte. O ingrediente é um cicatrizante natural.

7. Manchas na folhagem podem ser amenizadas com fumo de corda. Ferva o fumo em água por uma hora até que vire uma solução concentrada, que deve ser diluída em água. Borrife sobre as folhas repetidas vezes, até que dê resultado.

8. Cochonilhas e pulgões podem ser eliminados das folhas com sabão de coco. Use uma escova para esfregar as folhas.

9. Repare na coloração da folhagem. Se estiver escura, mude a orquídea de local. Quanto mais contato com a luz, mais ela irá florir.

10. Instale plaquinhas plásticas de identificação em suas orquídeas. Além do nome da espécie, anote o período de sua última floração. A próxima florada pode ser estimulada com NPK 10 30 20, que tem mais concentração de fósforo.

..........................................................................................................................................................................................

                            

                                        como cuidar  de  suas violetas

                                               O vaso ideal para violetas

Apesar de os vasinhos de plásticos serem charmosos, as violetas se dão bem mesmo nos vasos de barro. Eles absorvem o excesso de umidade que pode apodrecer as raízes.
Cuidados com a água
Não molhe as folhas, pois elas apodrecem. Se você costuma colocar água apenas no pratinho, faça uma rega na terra uma vez por mês, para diminuir a concentração de sais minerais. Outro detalhe: as violetas detestam cloro. Para eliminá-lo, ferva a água e deixe-a esfriar antes de regar, ou use água mineral. No verão, regue duas vezes por semana. No inverno, apenas uma.
Luz na medida para violetas
A violeta precisa de luz, mas não suporta o sol direto. O ambiente ideal é um local com temperatura em torno de 25º C, onde os raios solares sejam filtrados pelo vidro de uma janela, por exemplo.
Como adubar
Há fertilizantes químicos específicos para as violetas. Varie essa adubação periodicamente, alternando com farinha de osso e húmus de minhoca.
Como plantar violeta
Coloque no fundo do vaso uma camada fina de pedrinhas. Encha-o até a metade com a seguinte mistura: 2 partes de terra comum, 2 partes de terra vegetal e 1 parte de vermiculita, um remédio que combate pragas. Plante a muda centralizando a raiz e complete com a mistura. A seguir, faça uma rega generosa, até que a água escorra para o pratinho.
Conheça os sinais que indicam problemas na violeta
Manchas queimadas: quando aparecem estas manchas, provavelmente a planta foi intoxicada por algum tipo de produto químico.
Folhas amareladas: o excesso de luz e falta de nutrientes fazem com que as folhas fiquem amareladas.

(Texto Thaís Lauton. Foto Evelyn Müller - Revista casa e jardim)

Postado por Chris  Marcadores: orquídias

.........................................................................................................................................................................................

                                                                   Quem é quem

                           

 

1. Samambaia americana (Nephrolepsis exaltata): é a espécie mais resistente que há, não tem frescura.
2. Samambaia de metro (Polypodium subauriculatum): possui folhas que chegam a metros de comprimento
3. Renda-portuguesa (Davallia fejeensis): queima no inverno e rebrota na primavera.
4. Avenca (Adiantum sp): planta delicada, vai superbem no litoral, mas detesta passar frio.
5. Samambaia prata (Pteris cretica): sua folhagem é inconfundível, tem manchas prateadas!
6. Paulistinha (Nephrolepsis pectinata): ela é tão comum que nasce até no mato!

                                          como  manter  sua  samambaia

Mantenha o vaso sempre úmido

Se você tem samambaia, saiba que dá abrigo para um dinossauro! "Essa é a planta mais antiga do mundo!", diz Paulo Murat, presidente do Sindicato do Comércio Atacadista de Flores e Plantas do Estado de São Paulo.

Assim como avencas e rendas-portuguesas, samambaias gostam de solo úmido e sol fraco. Quando regá-las, escorra a água que ficar no prato. Quem dá a dica é Takasi Kadoguchi, um dos maiores produtores dessas plantas: "Elas são como nenês com fralda: se passarem muitas horas molhadas, reclamam". Conheça os segredinhos para ter suas "dinossaurinhas" verdinhas, cheias de brotos e felizes!

O jeito certo de cuidar

Encontre um bom cantinho
Procure um lugar de meia sombra, onde não bata o sol forte do meio-dia. Se você mora em casa e tem um puxadinho ou uma garagem fresca e clara, pode apostar que ela vai curtir. Tome cuidado para escolher um canto longe de correntes de vento, que desidratam a planta e fazem as folhas caírem.

Regue regularmente
Mantenha o vaso úmido. Para não ter erro, coloque o dedo na terra: se ele sair sujo, não precisa molhar. Evite regar a folhagem - muitas espécies abortam folhas encharcadas.

Faça uma mistura correta de adubos
Para suas plantas ficarem tão lindas quanto na floricultura, misture 2 col. (sopa) de torta de mamona e 1 col. (sopa) de farinha de osso e espalhe na terra, a cada 40 dias. Você também pode borrifar as folhas num mês com NPK 20-20-20 e, no outro, com NPK 15-05-30, seguindo as orientações de diluição da embalagem.

.........................................................................................................................................................................................